O terceiro setor, ou seja, entidades filantrópicas, ONGs e organizações sem fins lucrativos, estão cada vez mais atuantes na sociedade brasileira. 

Man photo created by rawpixel.com – www.freepik.com

Formado por gestores, muitos voluntários, associações religiosas e civis, com o intuito de realizar atividades que promovam o bem estar social como um todo, tem preenchido esse espaço deixado pelos outros setores de forma eficiente. 

Mas claro, como toda área de atuação, há inúmeros desafios. 

Como, por exemplo, viver de doações ou depender de voluntários que, sem vínculo empregatício, acabam não exercendo as funções plenamente. 

Então, acompanhe neste texto os principais desafios do terceiro setor no Brasil.

  1.  Gestão eficiente

Como toda organização, é preciso pensar nela como empresa. 

Ou seja, a gestão tem de ser com a mentalidade empresarial no que diz respeito à administração de recursos, uma vez que, basicamente, uma instituição sem fins lucrativos depende de doações para a manutenção de suas atividades. 

  1. Falta de credibilidade e transparência

Um dos principais desafios para o terceiro setor na atualidade brasileira, com certeza é a de formar uma imagem de credibilidade perante a sociedade. 

Hoje, muitas instituições estão caindo em descrédito perante a população. E isso tem acontecido com instituições políticas até mesmo religiosas. 

Fraudes e golpes são comuns em nosso meio. 

Sem falar na rapidez com que corre as informações. 

Imagine que as movimentações bancárias da sua organização foram expostas ou que não condizem com o que está sendo comprado e doado para você? 

Pois então, é por isso que é importante também cuidar da prestação de contas da sua associação. 

Mostre para os seus doadores e contribuintes que o recurso doado está sendo devidamente usado. Que fez diferença e que veio na hora certa. 

Isso traz credibilidade e confiança para o doador(a) e aumenta as chances de conseguir novos voluntários. 

Portanto, construir essa imagem de uma ONG séria, com missão, visão e valores sólidos é o grande desafio do setor no Brasil. 

  1. Planejamento difícil de implementar

Voltando um pouco para falar de gestão e mentalidade empresarial, é sabido que sem uma gestão inteligente, qualquer projeto se torna insustentável. 

Isto é, o principal desafio aqui é: planejamento. 

Um bom planejamento inclui saber como usar os recursos recebidos, o impacto de cada ação na comunidade, assim como, pensar em um desenvolvimento pleno de sua organização. 

Pensar em ações a curto, médio e longo prazo, com certeza é um dos desafios do terceiro setor no Brasil. 

  1. Falta de inovação

A inovação que falamos aqui vai além da atualização de equipamentos e tecnologias. 

Não é porque a entidade é filantrópica que é preciso ter falta de profissionalismo em angariar novas parcerias, ter seriedade na prestação de contas e ter ações que realmente impactam na comunidade em que está inserida. 

Em outras palavras, inove pensando na realidade local, considerando menos modelos que são feitos fora daqui. 

Aqui falamos um pouco dos principais desafios do terceiro setor no Brasil. 

Claro que há muito mais, ainda se levarmos em consideração o cenário pós-pandemia. 

Mas esperamos que este texto tenha te ajudado a pensar em formas de driblar estes desafios. 

Boa sorte e sucesso!